CONTEÚDOS

Conheça sua saúde

Heading

Veja cinco dicas de como largar o cigarro

Mais de 160 mortes por ano no Brasil são atribuídas ao tabagismo, o que representa 443  mortes por dia, segundo o Ministério da Saúde. No Dia Nacional de Combate ao Fumo, neste domingo (26), compartilhamos dicas importantes para quem deseja largar o cigarro.  

Ao se registrar no Vitality, você também tem a oportunidade de assinar a declaração de não-fumante, se comprometendo de permanecer sem fumar por um ano. Ao preencher, você ganha 1.000 pontos.

Procure um médico

Antes de começar o processo para parar de fumar, procure um médico que possa acompanhar o seu tratamento. Com as orientações adequadas de um especialista, você terá suporte médico para a sua tomada de decisão, resultando em maiores possibilidades de êxito.

Aceite ajuda especializada

Somente um médico será capaz de auxiliá-lo caso seja necessário o uso de medicamentos. Evite comprar qualquer tipo de remédio ou acessório sem antes consultar um especialista. Assim, você evitar riscos à saúde e compra exatamente o que precisa para o seu caso.

Abstinência

A nicotina leva entre 7 a 19 segundos para se chegar ao cérebro. É normal, portanto, que ao parar de fumar os primeiros dias sem o cigarro sejam os mais difíceis. No entanto, as dificuldades tendem a ser menores com o tempo, em média, de duas a quatro semanas.  

Aumento de peso

É comum as pessoas se queixarem do aumento de peso, porém, uma luta de cada vez. Priorize o seu tratamento contra no tabaco e deixe para um segundo momento a redução na balança.  

Benefícios

Pense neles na hora de fazer a sua escolha por parar de fumar:

  • Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal.
  • Após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue.
  • Após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza.
  • Após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor.
  • Após 2 dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida.
  • Após 3 semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora.
  • Após 1 ano, o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à metade.
  • Após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Com informações do Ministério da Saúde e Instituto Nacional de Combate ao Câncer

VEJA TAMBÉM

Saúde no verão: saiba como se manter saudável na estação mais quente do ano

trocar refeições por lanches e exagerar no sol podem prejudicar a saúde.

SAIBA MAIS

Novembro Azul: mitos e verdades sobre o câncer de próstata

Urologista esclarece dúvidas sobre a doença

SAIBA MAIS

Outubro Rosa: conheça os benefícios da atividade física na prevenção do câncer de mama

Especialistas explicam que se manter em movimento pode prevenir a doença

SAIBA MAIS

Outubro Rosa: Saiba quais são os sintomas do câncer de mama

Risco de câncer de mama aumenta de acordo com a idade

SAIBA MAIS

NAVEGUE POR CATEGORIAS