CONTEÚDOS

Nutrição Vitality

Heading

Boa alimentação e exercício físico: a combinação perfeita para obter bons resultados

Dietas milagrosas, jejum intermitente ou horas na esteira com o estômago vazio. Esqueça as opções radicais, nenhuma delas permitirá que você alcance o tão almejado corpo perfeito. Para isso, a receita é bem simples: boa alimentação e exercíciofísico praticado com constância.

“Estes radicalismos são uma perda de tempo. A alimentação correta aliada a atividade física é fundamental para ter um corpo legal, pois através da alimentação correta preserva-se a musculatura, evita-se o acúmulo de gordura e pode-se garantir nutrientes necessários para o bom desempenho físico, melhorando assim a prática da atividade física e consequentemente obter melhores resultados”, explica anutricionista Izabella Rocha, profissional especializada em nutrição esportiva,clínica e emagrecimento.

Outra armadilha que atrapalha a conquista do bom resultado é o hábito de manter a boa alimentação durante asemana e enfiar o pé na jaca no fim de semana. “As pessoas precisam entender que a alimentação tem papel fundamental para quem quer emagrecer. Não adianta treinar feito uma louca e comer besteira depois. Ou, no fim de semana, comer uma pizza inteira. E as pessoas fazem isso justamente no dia que não praticam atividade física. Sendo assim, não há gasto calórico”, acrescenta Viviana Navarro, nutricionista especializada na área materno infantil e pós-graduanda em terapia nutricional pediátrica pela UFRJ.

A profissional ressalta que não há segredos e nem atalho: um cardápio equilibrado é a única forma de alcançar bons resultados. “O prato ideal é aquele bem colorido, ou seja, que tem legumes, verduras, proteína – frango, peixe que é rico em ômega 3, importante para a microbiota intestinal, e para evitar a depressão – ingrediente importante para gerar massa muscular e um bom carboidrato, aqueles complexos,como por exemplo, arroz integral, batata doce, aipim e inhame”.

Viviana também indica um grupo alimentar pouco popular e que pode ser benéfico à saúde. “As sementes, de chia e de linhaça, por exemplo, são ótimas. Um bom exemplo para usá-la seria na crepioca. O ovo e a linhaça ajudam a baixar o índice glicêmico da goma de tapioca. Mas, é primordial ficar atento a quantidade. Ao usar sementes, o ideal é colocar, no máximo, uma colher de sopa rasa, pois sementes são calóricas”.

Anderson Américo, professor de educação física da FitBeach, assessoria de treinamento físico e funcional localizada na Praia do Flamengo e em um estúdio no Catete, ressalta que apesar da boa alimentação ter um peso maior do que a prática do exercício na busca porbons resultados, ainda assim, é fundamental se exercitar. “A alimentação temuma porcentagem maior quando falamos em fator de emagrecimento. Mas, isso não significa que não é necessário treinar. Com uma alimentação regrada e arealização de treinos de 3 a 6 vezes na semana, já é possível conquistar excelentes resultados”.

Portanto, anime-se! Corrija a sua alimentação e trate de começar a se exercitar. O seu corpo e a sua saúde irão agradecer.

VEJA TAMBÉM

Conheça os benefícios do chocolate para a saúde

Alimento auxilia nas atividades cardiovascular e cerebral

SAIBA MAIS

Saiba como construir hábitos alimentares saudáveis durante a infância

Levar a criança ao supermercado ajuda na conscientização das escolhas

SAIBA MAIS

Conheça as armadilhas do açúcar nas bebidas prontas

Refrigerante e iogurte light são os campeões de calorias

SAIBA MAIS

Veja dicas para fazer escolhas saudáveis nas refeições

Comida caseiras e pequenas porções ajudam a perder peso

SAIBA MAIS

NAVEGUE POR CATEGORIAS