CONTEÚDOS

Nutrição Vitality

Heading

Conheça os riscos da obesidade e saiba como a dieta rica em legumes e verduras pode ajudar na perda de peso

4 de março, foi o Dia Mundial da Obesidade. Neste ano, o tema da campanha é ‘Todo Mundo Precisa se Mexer’, e, para Terry Harris, nutricionista da Vitality, o momento é de atenção. Segundo o profissional, mais de 800milhões de pessoas em todo o mundo vivem atualmente com a obesidade, e a obesidade infantil deverá aumentar 60% na próxima década, atingindo 250 milhões de pessoas em 2030.  

“A questão é que não podemos ignorar o problema da obesidade. Se não lutarmos pessoalmente com o nosso peso, de uma forma ou de outra, a obesidade vai afetar o nosso cotidiano. Estima-se que a consequência médica da obesidade custe mais de um bilhão de dólares até 2025, a nível global, e este resultado afetará a todos”.

Terry também ressalta que o sobrepeso é um fator bastante importante quando o assunto é o déficit entre estimativa de vida e a qualidade de vida dos cidadãos. Isso significa que ao longo dos anos houve um aumento no tempo médio que as pessoas estão vivendo, mas, infelizmente, elas passam alguns anos com péssima saúde. "Os indivíduos e famílias são negativamente afetados pela menor longevidade, pela qualidade de vida mais baixa e pelo aumento das despesas das famílias. As seguradoras enfrentam maiores reclamações e a sociedade experimenta um maior absentismo no trabalho e custos mais elevados de invalidez".

Um caminho para amenizar a questão seria apostar em uma alimentação rica em frutas, folhas e vegetais. "A boa notícia é que há evidências incrivelmente fortes que ligam o aumento da ingestão de vegetais e frutas ao risco reduzido de doenças de estilo de vida, incluindo problemas ligados à obesidade", diz Harris. "Uma das formas de todos fazermos a diferença é considerando a dieta de saúde planetária, ou seja, uma alimentação predominantemente com legumes, verduras, frutas e cereais integrais e consumo em quantidades reduzidas e de maneira ocasional de carnes, peixes, ovos, cereais refinados (arroz, pão, macarrão) e tubérculos (batata e mandioca)",ensina.  

Além de fazer bem para a saúde, este modelo de alimentação também é excelente para aqueles que se preocupam com o Meio Ambiente.  “Uma abordagem baseada em plantas para comer está se tornando cada vez mais popular. Ela traz inúmeros benefícios para a saúde e é uma ótima alternativa sustentável, pois os alimentos de origem animal, especialmente a carne bovina, é o alimento que mais gera impacto ambiental. Estima-se que a adoção universal de uma dieta de saúde planetária ajudaria a evitar uma degradação ambiental severa e preveniria cerca de 11 milhões de mortes humanas por ano”, finaliza o nutricionista.

Portanto, mexa-se! É hora de colocar o corpo em movimento e escolher melhor os ingredientes do seu prato. A saúde e o meio ambiente agradecem.

VEJA TAMBÉM

Conheça os benefícios do chocolate para a saúde

Alimento auxilia nas atividades cardiovascular e cerebral

SAIBA MAIS

Saiba como construir hábitos alimentares saudáveis durante a infância

Levar a criança ao supermercado ajuda na conscientização das escolhas

SAIBA MAIS

Conheça as armadilhas do açúcar nas bebidas prontas

Refrigerante e iogurte light são os campeões de calorias

SAIBA MAIS

Veja dicas para fazer escolhas saudáveis nas refeições

Comida caseiras e pequenas porções ajudam a perder peso

SAIBA MAIS

NAVEGUE POR CATEGORIAS